Faça parte da Formação em Pesquisa com Psicoterapia Assistida por Psicodélicos do Instituto Phaneros, pioneiro em pesquisas clínicas psicodélicas no Brasil
O prazo para inscrição no processo seletivo foi encerrado!

Conheça a FoPAP

No Instituto Phaneros, desenvolvemos e pesquisamos novos tratamentos em saúde mental, utilizando a Psicoterapia Assistida por Psicodélicos (PAP). Buscando aumentar nossa capacidade de atendimento nas pesquisas e preparar profissionais para, futuramente, atuar com essa metodologia, lançamos a primeira Formação em Pesquisa com Psicoterapia Assistida por Psicodélicos do Brasil, a FoPAP.

A atuação clínica utilizando protocolos de PAP exige treinamento específico, pela natureza das medicações e especificidades dos aspectos psicoterapêuticos emergentes. Considerando que, como tratamento experimental, essas habilidades não são especificamente desenvolvidas atualmente nas formações de profissionais de saúde, o IP vai proporcionar um treinamento extensivo para formar novos terapeutas para atuarem em seus protocolos de pesquisa. 

A FoPAP será oferecida a partir de atividades individuais e em grupo, com módulos online e presenciais, incluindo aulas teóricas, apresentação de casos clínicos, roleplay, leituras e produção de material intelectual reflexivo sobre aspectos teóricos e práticos da PAP. Espera-se que, ao longo do treinamento, o aluno desenvolva as habilidades terapêuticas para manejar casos clínicos, desenvolva habilidades pessoais de auto-gerenciamento para lidar com as demandas específicas do trabalho com PAP, comprometimento ético e rigor científico.

Quer receber as informações completas sobre a FoPAP?

Tenha aulas com professores e profissionais de destaque nacional e internacional

Eduardo Schenberg, PhD

Neurocientista, autor de diversas pesquisas com psicodélicos no campo das neurociência, psiquiatria e ética

Malynn Utzinger, MD

Médica, co-fundadora da Usona e diretora de medicina integrativa, e professora de práticas espirituais

Jordan Sloshower, MD, MSc

Psiquiatra, antropólogo e pesquisador do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Yale

Charles Raison, MD

Médico, diretor de pesquisa clínica e translacional do Usona, professor no Departamento de Psiquiatria da Universidade Wisconsin-Madison

O que você vai aprender?

Preparação, Medicação, Integração
Aulas sobre os principais aspectos para conduzir um tratamento de PAP. Entenda os três momentos – preparação, experiência em si e integração – bem como detalhes do ambiente terapêutico e a importância da música. Cada aluno criará um setlist que será avaliado por outros alunos e alguns poderão ser usados nos estudos clínicos.

MDMA para TEPT & Psilocibina para Depressão
A partir de aulas com professores experientes no atendimento de pacientes dentro de protocolos de pesquisa, faremos uma imersão nos protocolos de terapia da MAPS e do Usona Institute. Ambos os manuais serão disponibilizados em sua versão original e traduzidos para o português. Após o estudo dos manuais, serão abordadas as diferenças no manejo terapêutico de pacientes durante os efeitos do MDMA e da psilocibina.

Interpretação de papéis
A partir da colaboração com nossos parceiros da Fluence Training, elaboramos workshops de interpretação de papéis para aprendizado de manejo clínico e treinamento de habilidades terapêuticas fundamentais para atendimento com psicodélicos. Os exercícios de roleplay acontecem em diferentes estágios da formação, promovendo um ambiente de crescimento no qual é facilitado ao aluno a visualização de pontos a serem desenvolvidos, assim como características pessoais que já operam adequadamente no ambiente da PAP.

Aprofundamento e reflexão
Visando ampliar o diálogo e a produção reflexiva dos terapeutas em treinamento, foram criados espaços especiais de discussões em pequenos grupos, onde cada pessoa poderá trazer sua bagagem profissional em discussões sobre tópicos variados da formação, com amplo espaço para aprofundamento e trocas que enriquecem o amadurecimento do grupo.

Ferramenta pedagógica
A aderência dos terapeutas ao protocolo de tratamento é uma medida importante de reprodutibilidade e solidez dos dados obtidos em pesquisas clínicas. Neste módulo, os alunos farão a leitura do Manual de Monitoramento de Aderência da MAPS, seguida de treinamento específico no processo de Ranqueamento de Aderência. Cada aluno assistirá, então, a íntegra de sessões selecionadas do tratamento de pacientes, enquanto avalia a aderência dos terapeutas aos protocolos. Uma experiência de imersão nos casos concomitante ao aprofundamento no manual de terapia.

Vivência do autocuidado
Workshop presencial imersivo de 7 dias onde os alunos terão a possibilidade de vivenciar estados não ordinários de consciência em grupo, respeitando todos os compromissos éticos e legais. A partir da experiência pessoal de cada aluno, serão abordados em maior profundidade todos os cuidados necessários para as sessões de Psicoterapia Assistida por Psicodélicos, incluindo diversas práticas integrativas. Neste workshop, os alunos terão a oportunidade de vivenciar o “ser cuidado” e o “cuidar”, ampliando sua visão sobre a PAP de forma prática.

Atendimento de pacientes
Os alunos terão a oportunidade de atender pacientes com PAP nos protocolos de pesquisa do Instituto Phaneros, com as devidas autorizações éticas e sanitárias. O estágio será supervisionado por terapeutas sênior, que acompanharão o processo de cada dupla de terapeutas na evolução dos atendimentos. Progressivamente, a supervisão confere autonomia aos alunos, que terão a oportunidade de acompanhar em grupo as discussões de outras duplas de atendimento. Em um primeiro momento os preparativos para as sessões e para o setting terapêutico são revisados, bem como cada um dos protocolos científicos. Então inicia-se um período de aproximadamente 1 ano no qual a dupla atenderá 3 pacientes dentro de protocolos com MDMA ou psilocibina.

Teoria e prática
Aulas sobre os diversos aspectos da ética em pesquisa clínica, incluindo questões históricas, teóricas, procedimentos relativos aos estágios clínicos e exercícios individuais e em grupo.

Quer receber as informações completas sobre a FoPAP?

Tenha aulas com professores e profissionais de destaque nacional e internacional

O que você vai aprender?

Avaliação

Os alunos serão avaliados ao longo do processo da formação tanto por seu resultado objetivo em provas/testes, como também por sua atitude pessoal de questionamento, envolvimento com as atividades, presença nas aulas, e desempenho nas atividades de Roleplay, Monitoramento de Aderência, e Estágio Clínico Supervisionado.

Ao longo do processo da formação, será solicitado aos alunos a apresentação de um vídeo-seminário de 45 minutos sobre algum aspecto relevante ao desenvolvimento do campo de pesquisa para banca examinadora composta por membros do Instituto Phaneros e, possivelmente, por convidados.

A equipe do Instituto Phaneros se reserva o direito de interromper as atividades desenvolvidas pelo aluno, caso considere que há necessidade de desenvolvimento de algum aspecto específico para que o aluno possa cumprir com os requisitos para uma boa formação.

Certificação

Os alunos aprovados globalmente nas atividades desenvolvidas durante a FoPAP, incluindo os estágios clínicos supervisionados, receberão certificado do Instituto Phaneros correspondente a 242 horas de aulas e exercícios teóricos, 90 horas de desenvolvimento pessoal e 156 horas de prática clínica. O certificado será requisito para atuação em protocolos de pesquisa futuros do Instituto Phaneros.

Investimento

No valor total estão inclusos as aulas teóricas, os custos do retiro de Desenvolvimento Pessoal (hospedagem, alimentação e atividades oferecidas no período, exceto o traslado até o local do evento), assim como as horas de supervisão durante o estágio clínico:

Observação: Todos os valores estão sujeitos a reajuste anual com base no IPCA, exceto o pagamento à vista.

Para quem é a FoPAP?

Psicólogos, médicos, enfermeiros e terapeutas ocupacionais com experiência clínica em saúde mental. Psicoterapeutas com outras formações, como psicanálise, podem ser admitidos na FoPAP, desde que comprovada sua certificação em instituição reconhecida e sua prática clínica.

Processo seletivo em duas fases

A inscrição no processo seletivo será aceita mediante pagamento de taxa de inscrição. Após o pagamento, você receberá um email com o link para preencher o formulário de inscrição e orientações para enviar seu CV.

Os currículos aprovados serão encaminhados para a segunda fase do processo seletivo, onde os aplicantes serão entrevistados sobre aspectos de sua carreira e desenvolvimento pessoal. Aplicantes aprovados na primeira fase serão comunicados por email para agendamento da entrevista.

Os selecionados para o programa serão comunicados via e-mail, junto às instruções para procedimento de matrícula. No caso de desistência de vagas até o início do curso, entraremos em contato com candidatos entrevistados via e-mail ou telefone para saber se há interesse nas vagas remanescentes.

Formação única no mundo

Traz conhecimento teórico e prático em Psicoterapia Assistida com MDMA e Psilocibina

Para quem é a FoPAP?

Será dada preferência na admissão de profissionais graduados em psicologia e medicina. Enfermeiros e terapeutas ocupacionais também serão aceitos na FoPAP. Por fim, psicoterapeutas com outras formações, como psicanálise, podem aplicar para o processo seletivo FoPAP, desde que comprovada sua certificação em instituição reconhecida e sua prática clínica, mas não terão preferência de vaga.

Entre os demais critérios de seleção, serão considerados anos de experiência e existência de dupla compatível para realização do estágio clínico supervisionado na mesma região.

Como funciona o processo seletivo?

A inscrição no processo seletivo será aceita mediante pagamento de taxa de inscrição.  Após o pagamento, você receberá um email com o link para preencher o formulário de inscrição e orientações para enviar seu CV.

Os currículos aprovados serão encaminhados para a segunda fase do processo seletivo, onde os aplicantes serão entrevistados sobre aspectos de sua carreira e desenvolvimento pessoal. Aplicantes aprovados na primeira fase serão comunicados por email para agendamento da entrevista.

Os selecionados para o programa serão comunicados via e-mail, junto às instruções para procedimento de matrícula. No caso de desistência de vagas até o início do curso, entraremos em contato com candidatos entrevistados via e-mail ou telefone para saber se há interesse nas vagas remanescentes.

IMPORTANTE: devido ao fato de que os estágios clínicos são realizados em duplas de atendimentos, o aceite de um(a) candidato(a) depende não apenas de sua adequação para vaga, mas também da existência de aplicação compatível para a formação de dupla na região. Caso você não seja de um grande centro urbano, procure em sua rede de relacionamentos se há outros profissionais de sua região interessados em aplicar para a FoPAP com você.

Investimento

No valor total estão inclusos as aulas teóricas, os custos do retiro de Desenvolvimento Pessoal (hospedagem, alimentação e atividades oferecidas no período, exceto o translado até o local do evento), assim como as horas de supervisão durante o estágio clínico:

Observação: Todos os valores estão sujeitos a reajuste anual com base no IPCA, exceto o pagamento à vista.

Um novo paradigma

A Psicoterapia Assistida por Psicodélicos vem ganhando notoriedade nos últimos anos devido aos resultados preliminares extremamente promissores obtidos por diversas instituições de pesquisa científica no mundo, incluindo Johns Hopkins, Imperial College London, Yale University e, mais notoriamente, os estudos para Transtorno de Estresse Pós Traumático conduzidos pela MAPS (Multidisciplinary Association for Psychedelic Studies). O grande público está também cada vez mais em contato com esses avanços, já que órgãos da imprensa como Times, Scientific American e Newsweek estamparam em suas páginas a grande promessa que é essa nova abordagem em saúde mental. O best seller do jornalista americano Michael Pollan, “Como Mudar Sua Mente”, foi convertido em uma minissérie com 4 episódios na Netflix.

Diversos tipos de transtornos têm sido alvo de investigações clínicas, incluindo depressão resistente a tratamento, transtorno de abuso de substâncias, fobia social em pacientes do espectro autista, transtorno de estresse pós-traumático e ansiedade existencial em pacientes terminais.

Neste modelo de psicoterapia, o uso de medicamentos psicoativos acontece em poucas sessões (tipicamente de 2 a 3), sob supervisão de profissionais de saúde preparados especialmente para lidar com experiências não-ordinárias de consciência. Essas sessões com medicação são antecedidas por uma extensa preparação e subsequente integração do conteúdo da experiência com a medicação.

Os resultados obtidos com uso de Psicoterapia Assistida por MDMA em estudos clínicos fase 2 levaram o FDA (órgão regulatório do governo dos EUA) a conferir à droga o status de Breakthrough Therapy em 2017, reconhecendo o imenso potencial terapêutico do tratamento e garantindo agilidade no processo de aprovação do mesmo, a depender dos resultados obtidos nos estudos fase 3. Esses estudos já estão em andamento em 13 locais distribuídos em 3 países, e resultados preliminares favoráveis de 90 pacientes foram publicados na prestigiosa revista Nature Medicine em Maio deste ano.

O Instituto Phaneros já conta com uma trajetória sólida na área. Com uma equipe clínica treinada pela MAPS em 2017, fizemos o tratamento de pacientes de estresse pós traumático, vítimas de abuso sexual, reportando os resultados na Revista Brasileira de Psiquiatria. Lançamos em 2020 o curso Psicodélicos e Saúde Mental, que já conta com mais de 1.500 matrículas e mantemos também um grupo de estudos e aprofundamento, a Comunidade Phaneros, por onde já passaram mais de 900 profissionais de saúde nos últimos 3 anos.

Considerando a necessidade de desenvolver e ampliar as pesquisas no campo, o Instituto Phaneros está abrindo o processo seletivo de sua primeira Formação em Pesquisa com Psicoterapia Assistida por Psicodélicos (FoPAP), de forma a treinar terapeutas para atuarem em suas pesquisas clínicas. Os dados obtidos em nossas pesquisas poderão ser utilizados na submissão aos órgãos sanitários e regulatórios de solicitação de aprovação para uso médico e regulamentação da Psicoterapia Assistida por Psicodélicos no Brasil.

Desenvolvida a partir de referências internacionais, a FoPAP propiciará um ambiente de aprendizagem centrado no desenvolvimento pessoal e de habilidades terapêuticas, estudos de casos clínicos e estágio supervisionado de pacientes dentro de nossos protocolos de pesquisa. Com esse treinamento, esperamos contribuir de forma singular e contundente para o desenvolvimento do campo no Brasil. 

Imprensa

TERMOS DE USO E AVISO LEGAL

Em conformidade com a Lei nº 13.709, de 14/08/2020 LGPD
leia com atenção o Aviso Legal e Política de Privacidade.

Copyright 2022. Instituto Phaneros CNPJ 14.539.047/0001-32
Todos os direitos reservados.

Eduardo Schenberg, PhD

Após mais de vinte anos trilhando sólida trajetória acadêmica na interface entre psicologia, psiquiatria e neurociências, Eduardo começou a empreender para desenvolver novos tratamentos psiquiátricos. Durante os estudos de graduação, mestrado e doutorado e pesquisas de pós-doutorado se especializou na temática das drogas psicoativas e seus mais variados efeitos – tanto nocivos quanto terapêuticos – com foco nas substâncias psicodélicas (ayahuasca, LSD, ibogaína, MDMA e psilocibina, entre outras). Ele executou e participou de estudos de ponta sobre os efeitos destas substâncias na mente e no cérebro humano, desvendando as bases de seus efeitos na consciência humana e também alguns de seus promissores potenciais terapêuticos. Tem experiência profissional com o primeiro, segundo e terceiro setores (governo, empresas e organizações sem fins lucrativos). É Fundador e Diretor-Presidente do Instituto Phaneros, e trabalha para trazer à população brasileira inovações disruptivas na psiquiatria, ajudando a criar tratamentos mais seguros e eficazes do que os atualmente disponíveis no mercado, para transtornos graves como dependência química, depressão e trauma, entre outros.

Malynn Utzinger, MD

Ela traz sua experiência em medicina, pesquisa e abordagens integrativas para a saúde mente-corpo para apoiar a missão de Usona de compreender melhor os medicamentos psicodélicos e as práticas que podem encorajar e estender seus efeitos de cura. Seu trabalho atual na Usona está focado na formação de Facilitadores, cujo papel é guiar os participantes da pesquisa com segurança por uma experiência com a psilocibina, ajudando-os a maximizar o potencial de cura de todo o processo.

Seus primeiros trabalhos no Preventive Medicine Research Institute em San Francisco se concentraram em abordagens de estilo de vida para aumentar a saúde cardiovascular e o bem-estar. Em seguida, ela iniciou o primeiro curso de Medicina Complementar para alunos e professores da Universidade de Wisconsin-Madison. Essas primeiras experiências a prepararam para se tornar a Diretora de Saúde da Mulher no Chopra Center for Wellbeing em San Diego, CA, fundado por Deepak Chopra, MD e David Simon, MD. Através do Chopra Center, ela se certificou como mestre em Medicina Ayurvédica e professora de ioga e meditação, enquanto desenvolve para o centro novos programas em saúde feminina, meditação em movimento e desenvolvimento do potencial humano. Junto com sua função no Usona, a Dra. Utzinger é a Diretora de Práticas Integrativas da empresa internacional de biotecnologia Promega.

Malynn completou seu treinamento médico, residência e bolsa de pesquisa (em medicina de família, medicina integrativa e oncologia preventiva, respectivamente) na Universidade de Wisconsin-Madison, onde foi professora assistente de Medicina de Família e bolsista na Escola de Ecologia Humana. Além do trabalho, Malynn gosta de passar o tempo com o marido e o filho – pedalando, caminhando, fazendo jardinagem, dançando e, em geral, vivendo “A Catástrofe Total” a la Zorba, o Grego – em todas as suas riquezas.

Jordan Sloshower, MD, MSc

Sua pesquisa e interesses clínicos se concentram em aplicações terapêuticas de substâncias psicodélicas e, em particular, como os psicodélicos podem ser combinados de forma otimizada com psicoterapia e outras modalidades de cura para tratar problemas de saúde mental, especialmente depressão e TEPT. Jordan é cofundador do Yale Psychedelic Science Group e atualmente é investigador e terapeuta em dois ensaios clínicos de terapia assistida por psilocibina no tratamento do transtorno depressivo maior. Esta pesquisa investiga potenciais mecanismos de ação neurobiológicos e psicológicos, nomeadamente indução de neuroplasticidade e flexibilidade psicológica. Ele também é um investigador clínico no Programa de Acesso Expandido da MAPS para terapia de TEPT assistida por MDMA. Sua perspectiva é embasada por treinamento prévio em antropologia médica e saúde global e profundos interesses em etnobotânica, filosofia budista, meditação e abordagens integrativas para o bem-estar.

Charles Raison, MD

Charles Raison, MD, é o Diretor de Pesquisa Clínica e Translacional do Usona Institute. Ele também é professor na cadeira Mary Sue e Mike Shannon para Mentes Saudáveis, Crianças e Famílias, Professor na Escola de Ecologia Humana, Departamento de Psiquiatria, Escola de Medicina e Saúde Pública, Universidade de Wisconsin – Madison. Antes disso, ele foi professor do Departamento de Psiquiatria, Faculdade de Medicina, e Barry e Janet Lang Professor de Saúde Mental Integrativa na Escola Norton de Família e Ciências do Consumidor, Faculdade de Agricultura e Ciências da Vida, Universidade do Arizona.

Além de suas posições acadêmicas, o Dr. Raison atua como diretor fundador do Center for Compassion Studies na Faculdade de Ciências Sociais e Comportamentais da Universidade do Arizona e é o especialista em saúde mental da CNN.com. O Dr. Raison é graduado em antropologia pela Stanford University e tem mestrado em literatura inglesa pela University of Denver.

Ele se formou em medicina pela Escola de Medicina da Universidade de Washington em St. Louis, MO e fez residência em psiquiatria no Instituto Semel de Neurociência e Comportamento Humano da UCLA, onde mais tarde atuou como Diretor de Serviços de Psiquiatria de Emergência. O Dr. Raison é reconhecido internacionalmente por seus estudos examinando novos mecanismos envolvidos no desenvolvimento e tratamento da depressão maior e outras condições físicas e emocionais relacionadas ao estresse, bem como por seu trabalho examinando os efeitos físicos e comportamentais do treinamento de compaixão.

Recebedor de vários prêmios de ensino, o Dr. Raison recebeu financiamento para pesquisa do Instituto Nacional de Saúde Mental, do Centro Nacional de Medicina Complementar e Alternativa e dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças. O Dr. Raison recebeu o Raymond Pearl Memorial Award da Human Biology Association “em reconhecimento por suas contribuições para a nossa compreensão das origens bioculturais evolutivas da saúde e doença mental” e foi recentemente reconhecido como um dos cinco “Faculty of Excellence” de toda a universidade na Universidade de Wisconsin – Madison.